domingo, 16 de maio de 2010

O Rei Anão...

Eugênio Salles
Sentir muito foi pouco.
Todos concordaram em discordar.
Um anão no país das maravilhas.
Ordens supremas de um polegar.

No lugar do amanhã.
Terminou com a surpresa.
E assim, como ontem..
Fim dos sonhos ao despertar.

A pátria amada em berço esplêndido
Idiolatrando a razão sacramental.
Planejando o resultado da fábula...
O anão como rei do carnaval.





__
__

4 comentários:

Maluá disse...

Interessante!!

[ rod ] ® disse...

Onde reina o querer invasivo reina também a semente da discórdia, os atos de dor e de amor! abs meu caro e obrigado por acompanhar o dogMas.

Valéria Sorohan disse...

Ser rei mesmo que seja no carnaval.

BeijooO'

Flávia Mesquita disse...

Gabriel.
Concordo em partes,a maioria dos homens olham pra bunda em primeiro lugar .