quinta-feira, 22 de abril de 2010

Eu Vou Procurar...

Cardoso

Eu preciso de uma vida tranqüila, quase parando, bem mansa e devagar..
Aquela paciência das tardes longas, compridas sem ter com o que se preocupar..
Muito mais viver, muito menos esperar..
Eu quero aqueles cinco minutos, poucos, mais demorados, logo depois do despertar..
Coisa tão boa gente que a gente sufoca por ter outros planos e achar que vai se atrasar..
Muito menos dormir, muito mais descansar..
Eu sinto falta daquele abraço demorado, combinado com um sorriso sincero, bem grande, descrito como engraçado, tímido, enfim, todo mundo sabe como demonstrar..
Muito mais retribuir, muito menos provocar..
Eu necessito de volta, aquelas manhãs de domingo em família, dos risos, das histórias, do almoço atrasado. Nenhuma alegria escapava, pouca tristeza conseguia entrar...
Muito menos solidão, muito mais Lar..
Eu imagino minha rebeldia, como forma de comprometimento, inconformado com a maioria, escondida na monótona sintonia de jamais discordar..
Muito menos apatia, muito mais lutar..
Eu Serei um amor sincero, cauteloso, sempre ansioso de saudade, com receio respeitoso de todo dia se declarar. Só pra ver de novo em seus olhos, o motivo de meu sonhar..
Muito menos sofrer, cada dia mais amar..
Eu não desejo que minhas palavras sirvam pra algo. Mania de querer que as coisas tenham serventia. Algumas coisas jamais são entendidas, mesmo assim possuem magia..
Muito mais sentir, muito menos analisar..
Eu talvez encontre a felicidade. Somente ela pode eternizar. Guardada na esperança, na saudade, no amor e na alegria, que só existe de fato se a gente puder compartilhar..


__
__

6 comentários:

Emi disse...

Lindíssimas palavras! Adorei seu blog e vim agradecer também pelo comentário!
Volte sempre que puder, viu?
Beijos!

Taynara Ambrósio disse...

POst interessante, é preciso saber viver, e aproveitar nossa vida com intensidade.
estou seguindo aqui :*

http://trueslove.blogspot.com/

Rosival Evangelista disse...

Valeu pelo comentário,viajei no blog, feito por gente que sabe escrever, é um buraco cheio de cultura.
Tô seguindo

Nadia disse...

É de facto preciso saber primeiro o que é a vida para depois decidirmos a aproveitar com todas as peças do puzzle que nos é dado a cada dia a dia , e daí construir uma ideologia de vida e sermos felizes construindo a cada dia mais um pedaço de nós.
Muito bom o blog gostei*

Valéria disse...

Você transfoma a procura em algo sensasional. Sua capacidade de criar e de encantar as pessoas é deliciosa.

BeijooO'

Cristiano Contreiras disse...

Gostei do conceito do seu blog e estilo, muito bom mesmo...abraço, poeta! te sigo.