terça-feira, 6 de julho de 2010

Colonização em Versinhos..

Cardoso

Numa terra distante, vivia um povo isolado.
Chegou do mar um viajante, destemido soldado.
Voz grossa e imponente, com a razão ao seu lado.
- Eis a luz do senhor, que veio salvar pagãos do pecado!

E aquele povo, sob o fardo árduo e pesado
Viu a colônia transformar-se em povoado,
Agradece a corte por ter sido descoberto
Deveras feliz, sentindo-se lisonjeado,
Alegria de um povo que hoje, ainda,
Não consegue ver-se explorado.

_

3 comentários:

Valéria Sorohan disse...

Lindos versos achei singelo, uma graça!

BeijooO*

Valéria Sorohan disse...

Mudei de endereçi, agora vc me encontra no Rasuras

Te aguardo ´por lá.
BeijooO

Anônimo disse...

Os versos são incríveis, mas quanto a ser vantágiosa a colonização discordo. No texto da a impressão que a colonização foi a salvação e na verdade foi justamente o oposto. Nós roubaram tudo para dar de presente á Portugal, acabaram com a cultura Tupi, Xavante e outras tantas outras. Destruíram a mata atlântica em busca de capital e agora a Amazônia. Só o povo não enxerga que não teve vantagem alguma.